14 a 27 de janeiro de 2018

Notícias

Assinar RSSNotícias do Femusc
22/01/2013

Noite para entender o Festival

A programação desta terça-feira no Femusc – 8º Festival de Música de Santa Catarina reserva para o público a oportunidade de conhecer os conceitos pedagógicos do evento que reúne cerca de 200 participantes de várias regiões.

Às 20 horas, o diretor artístico Alex Klein, criador do evento, apresenta na série Musicalmente Falando o que ele traduz como “Manifesto Femusc”. “Chegou o momento de conversarmos com o público com mais profundidade sobre o que representa o Festival e a transformação que vem provocando nestes jovens de maneira tão rápida. Eles têm em sua natureza o espírito revolucionário, mas no Femusc aprendem a conciliar este ímpeto com uma ética de trabalho e disciplina que pode auxiliar a alcançar mais qualidade e objetividade em seus projetos”.

 

Alex Klein no Musicalmente Falando, edição 2012

Na série Grandes Concertos, às 20h30, um dos destaques é a presença do Ariana String Quartet (EUA) com “Quarteto n. 3 em Mi bemolmaior”, de Peter Tchaikovsky, e o violonista costarriquenho Mário Ulloa apresentando “Chacona” de Johann Sebastian Bach, e a harpista Rita Costanzi apresentando “Saudosa seresta” de Lorenzo Fernandes.

 

Como ocorre com toda a programação do Festival, o acesso é gratuito. Nos concertos no Centro Cultural há necessidade de retirada junto à secretaria do Centro Cultural de ingressos com antecedência de 48 horas ou até 1 hora antes da apresentação. Informações pelos telefones (47) 3373-8652 e (47) 3275-2477 – a programação completa pode ser conferida em www.femusc.com.br.

Violonista Mário Ulloa

O Femusc é uma realização conjunta do Instituto Festival de Música, Sociedade Cultura Artística (SCAR), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional, Vale dos Encantos Convention & Visitors Bureau e Fundação Cultural de Jaraguá do Sul. Tem o patrocínio da WEG, Tractebel Energia, Governo do Estado por meio do Funcultural, Ministério da Cultura por meio da Lei de Incentivo a Cultura, Zanotti, Shell e Prefeitura de Jaraguá do Sul. Com apoio do Grupo Lunelli, Zanotti, Colcci, Celesc Distribuição. Duas Rodas, Urbano Agroindustrial e Consulado dos Estados Unidos no Brasil.

Programação 22 de janeiro, terça-feira
*Sujeita a alterações

10h – Concertos no Femusckinho / Local: Jangada – Auditório / Programa: da SILVA, JOSÉ URSICINO, Fantasia Brasileira

12h45 – Bon Appetit!, SCAR / Local: SCAR – Restaurante Panorâmico / Programa: da SILVA, JOSÉ URSICINO, Fantasia Brasileira

13h – FEMUSC no Shopping / Local: Jaraguá do Sul Park Shopping / Programa: TURNER, KERRY, Casbah of Tetouan; KONDO, KOJI, “Mario Bros” para Quarteto de Fagotes

13h – FEMUSC na Praça / Local: Espaço Cultural Angeloni / Programa: HALVORSEN, JOHAN, Passacaglia para Violino e Viola

18h – Piano Masters / Local: SCAR – sala 201 / Programa: GUARNIERI, CAMARGO, Ponteio n. 30; VILLA-LOBOS, HEITOR, Choros n. 5 – “Alma Brasileira”; MOZART, WOLFGANG AMADEUS, Trio Kegelstatt para Piano, Clarineta e Viola

18h – Violão Plus / Local: Museu WEG / Programa: PIAZZOLLA, ASTOR, Café 1930; SAINT SAENS, CAMILLE, “O Cisne”

18h – Concertos em Igrejas / Local: Igreja Matriz São Sebastião / Programa: SILVESTRINI, GILES, Dois Estudos para Oboé Solo; VILLA-LOBOS, HEITOR, Quarteto n.1; PIAZZOLLA, ASTOR, “A História do Tango”

19h – Momento Springmann / Local: SCAR – Pequeno Teatro / Programa: Mário Ulloa; KODALY, ZOLTAN, Duo para Violino e Violoncelo; DELOR, TIBÕ, Naima (John Coltraine); SMETANA, BEDRICH, “From My Life” para Quarteto de Cordas

20h – Musicalmente Falando / Local: SCAR – Grande Teatro / Programa: “O que é FEMUSC?”

20h30 – Grandes Concertos / Local: SCAR – Grande Teatro / Programa: POULENC, FRANCIS, Sonata para Trompete, Trompa e Trombone; FERNANDEZ, LORENZO, Saudosa Seresta; BACH, JOHANN SEBASTIAN, Chacona; TCHAIKOVSKY, PETER, Quarteto n. 3 em Mi bemol maior

22h – Piano Bar / Local: SCAR – Piano Bar / Programa: Rodada de Chorinho

 

 

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA:
Sala no Centro Cultural da SCAR – Térreo – junto à Secretaria da SCAR
(47) 9116-4464 / (47) 9124-3662

21/01/2013

Talento trabalhado desde cedo

Uma das novidades da 8ª edição do Festival de Música de Santa Catarina é o Femusc Jovem, criado para promover os talentos adolescentes de 12 a 17 anos de idade, proporcionando a continuidade do ensino da música para jovens que já participaram do Femusckinho ou que já estudam algum instrumento musical em escolas e projetos.

Segundo a coordenadora técnica pedagógica, Liara Roseli Krobot, o Femusc Jovem foi criado para suprir uma demanda na região: “O Femusc Jovem é uma ponte entre o Femusckinho e o Femusc. Muitas crianças participavam do Femusckinho até a idade limite de 12 anos e não davam continuidade aos estudos musicais. Agora, eles terão a oportunidade de aperfeiçoar seus conhecimentos, inclusive em apresentações com os músicos do programa Intermediário do Femusc”.

 

O Femusc Jovem oferece ensino musical através de classes de composição e leitura musical, classes de instrumentos (cordas e madeiras) e formação de orquestra. Nesta primeira edição, todas as 50 vagas oferecidas à comunidade foram preenchidas.

Para a jaraguaense Júlia Ferruzzi, 12 anos, participar do novo programa será um desafio grande. “Acho que vou me divertir e aprender bastante no Femusc Jovem. Participei todos os anos no Femusckinho, mas agora sinto que a coisa está séria”, comenta.

A colônia de férias musical também serviu para impulsionar os estudos musicais de Natália Koch, 15 anos. A jovem participou da primeira edição do Femusckinho e não parou mais de estudar: “Já fiz aulas de piano, violão, violino, flauta e teoria musical. Pretendo continuar estudando música quando crescer”.

Já o Femusckinho – colônia de férias musical – reúne em sua quinta edição 100 crianças (30 a mais que 2012) entre 6 a 12 anos, mesmo aquelas que não têm experiência ou conhecimento musical. O programa oferece aulas de flauta-doce, coral e instrumentos. Além do envolvimento musical, são planejadas gincanas e brincadeiras.

No dia 2 de fevereiro, sábado, os participantes do Femusckinho e do Femusc Jovem irão se apresentar na série “Concertos para Famílias”, às 13h, no Grande Teatro da SCAR. A Orquestra Filarmônica Femusc Jovem sobe ao palco para apresentar a obra “Danzon n. 2”, de Arturo Marquez.

 

 

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA
Sala no Centro Cultural da SCAR – Térreo – junto à Secretaria da SCAR
(47) 9116-4464 / (47) 9124-3662

21/01/2013

Anfitriões dão o tom

A abertura do Femusc – 8º Festival de Música de Santa Catarina na noite de ontem (20), deu início ao calendário cultural no Estado. O Concerto de Gala levou ao palco do Centro Cultural de Jaraguá do Sul a Orquestra Filarmônica da SCAR – Sociedade Cultura Artística com o acompanhamento de duo de harpas formado pela professora norte-americana Rita Costanzi e pelo aluno Gustavo Beaklini.

O cerimonial de abertura contou com a presença do governador Raimundo Colombo, do prefeito de Jaraguá do Sul, Dieter Janssen, do secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Beto Martins, do presidente do Instituto Femusc, Paulo Chiodini, além do diretor artístico Alex Klein, entre outras autoridades. Mais de mil pessoas lotaram o Grande Teatro para prestigiar o concerto inaugural do maior festival-escola de música clássica da América Latina.

Sob a regência do maestro argentino Norberto Garcia, a Orquestra Filarmônica Scar Jaraguá apresentou as obras “O barbeiro de Sevilha” (Giácomo Rossini), “A paixão dos anjos” (Marjan Mozetich) e “Adios nonino” e “Fuga e mistério” (ambas de Astor Piazzolla). O destaque ficou para os solistas nas harpas, Rita Costanzi, professora do Femusc e Gustavo Beaklini, aluno do Programa ProMusc – que integra alunos que já atuam profissionalmente na música. As peças encantaram o público, que vibrou com a participação dos músicos da orquestra da cidade.

Nesta segunda-feira, se iniciam as atividades pedagógicas, com aulas, estudos, ensaios e apresentações. A agenda será intensa, com mais de 200 eventos realizados nos ambientes do Centro Cultural e em espaços alternativos. O destaque da programação é o Concerto das Nações, na série “Grandes Concertos”, às 20h30, no Grande Teatro. Grupos do Brasil, Colombia, Equador, Estados Unidos, México, Venezuela, Uruguai, Costa Rica e Bolívia apresentarão músicas de seus países, numa grande “salada” cultural.

Como ocorre com toda a programação do Festival, o acesso é gratuito. Nos concertos no Centro Cultural há necessidade de retirada junto à secretaria do Centro Cultural de ingressos com antecedência de 48 horas da data de apresentação. Informações pelos telefones (47) 3373-8652 e (47) 3275-2477 – a programação completa pode ser conferida em www.femusc.com.br.

A programação completa está disponível em www.femusc.com.br.

O Femusc é uma realização conjunta do Instituto Festival de Música, Sociedade Cultura Artística (SCAR), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional, Vale dos Encantos Convention & Visitors Bureau e Fundação Cultural de Jaraguá do Sul. Tem o patrocínio da WEG, Tractebel Energia, Governo do Estado por meio do Funcultural, Ministério da Cultura por meio da Lei de Incentivo a Cultura, Zanotti, Shell e Prefeitura de Jaraguá do Sul. Com apoio do Grupo Lunelli, Zanotti, Colcci, Celesc Distribuição. Duas Rodas, Urbano Agroindustrial e Consulado dos Estados Unidos no Brasil.

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA
Sala no Centro Cultural da SCAR – Térreo – junto à Secretaria da SCAR
(47) 9116-4464

21/01/2013

Mosaico musical valoriza culturas presentes 8º Femusc

A primeira noite de apresentações do Femusc – 8º Festival de Música de Santa Catarina levou ao palco do Grande Teatro da SCAR – Sociedade Cultura Artística a diversidade cultural presente no evento que ocorre em Jaraguá do Sul, no Norte do Estado. O “Concerto das Nações” reuniu apresentações de grupos de nove países apresentaram músicas típicas, mostrando um pouco da cultura e costumes, num verdadeiro mosaico cultural.

 

Antes do espetáculo, o diretor artístico Alex Klein, apresentou a Série Musicalmente Falando, uma palestra informal intitulada “A integração de culturas”, que orientou o público com detalhes sobre o Grande Concerto. A música venezuelana deu início às apresentações, com um solo de harpa. Em seguida, foi a vez dos mexicanos agitarem a plateia com um coletânea de músicas populares.

Um duo de piano e violino trouxe a música clássica boliviana para o placo do Grande Teatro. O quarteto de cordas norte-americano deu um tom um pouco mais contemporâneo com uma obra de Samuel Barber.  A irreverência retornou com um grupo de professores alemães que, à caráter, tocaram a Bavarian Polka e prosseguiu com as apresentações da Argentina e Costa Rica.

 

Como todos os anos, os colombianos contagiaram a plateia com músicas alegres, danças e malabarismos. Os 40 músicos que subiram ao palco tocaram a música Tolu, do tradicional compositor Lucho Bermudez e interagiram com o público que mais uma vez lotou o Grande Teatro.

Para encerrar, um grupo de brasileiros do Nordeste tocou na “Bahia tem”, Trenzinho do Caipira, de Villa-Lobos e uma homenagem a Luiz Gonzaga com Asa Branca e Mundo da Lua. O mosaico cultural se encerrou com frevo, transformando o Grande teatro em um grande carnaval nordestino.

 

Como ocorre com toda a programação do Festival, o acesso é gratuito. Nos concertos no Centro Cultural há necessidade de retirada junto à secretaria do Centro Cultural de ingressos com antecedência de 48 horas da data de apresentação. Informações pelos telefones (47) 3373-8652 e (47) 3275-2477 – a programação completa pode ser conferida em www.femusc.com.br.

O Femusc é uma realização conjunta do Instituto Festival de Música, Sociedade Cultura Artística (SCAR), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional, Vale dos Encantos Convention & Visitors Bureau e Fundação Cultural de Jaraguá do Sul. Tem o patrocínio da WEG, Tractebel Energia, Governo do Estado por meio do Funcultural, Ministério da Cultura por meio da Lei de Incentivo a Cultura, Zanotti, Shell e Prefeitura de Jaraguá do Sul. Com apoio do Grupo Lunelli, Zanotti, Colcci, Celesc Distribuição. Duas Rodas, Urbano Agroindustrial e Consulado dos Estados Unidos no Brasil.

>>>> Confira mais fotos na Galeria de Imagens no site

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA:
Sala no Centro Cultural da SCAR – Térreo – junto à Secretaria da SCAR
(47) 9116-4464 / (47) 9124-3662

20/01/2013

Caminhão showroom é atração no Femusc 2013

Uma atração da programação do Femusc – 8º Festival de Música de Santa Catarina não vai estar no palco do Centro Cultural da SCAR, onde o evento ocorre de 20 de janeiro a 2 de fevereiro. A novidade é um caminhão showroom que a Stanford, empresa que representa fabricantes e vende instrumentos musicais, e vem ao evento pela primeira vez.

 

A estrutura conta com um caminhão equipado para funcionar como palco-móvel. Depois que estacionou no pátio do Centro Cultural, rapidamente o veículo chamou a atenção de quem passa pelo local. No caminhão são apresentados instrumentos de diversas classes, além de contar com telão e sistema de iluminação e sonorização que dão a ideia de se tratar de um grande espetáculo.

 

O Femusc é uma realização conjunta do Instituto Festival de Música, Sociedade Cultura Artística (SCAR), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional, Vale dos Encantos Convention & Visitors Bureau e Fundação Cultural de Jaraguá do Sul. Tem o patrocínio da WEG, Tractebel Energia, Governo do Estado por meio do Funcultural, Ministério da Cultura por meio da Lei de Incentivo a Cultura, Zanotti, Shell e Prefeitura de Jaraguá do Sul. Com apoio do Grupo Lunelli, Zanotti, Colcci, Celesc Distribuição. Duas Rodas, Urbano Agroindustrial e Consulado dos Estados Unidos no Brasil.

 

Informações pelos telefones (47) 3373-8652 e (47) 3275-2477 – a programação completa pode ser conferida em www.femusc.com.br.

 

 

 

 

 

 

 

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA
Sala no Centro Cultural da SCAR – Térreo – junto à Secretaria da SCAR
(47) 9116-4464 / (47) 9124-3662

20/01/2013

Noite multicultural abre primeira semana do Femusc

A primeira semana do Femusc – 8º Festival de Música de Santa Catarina tem com atração da noite desta segunda-feira (21) o Concerto das Nações. Com início às 20h30 no Grande Teatro do Centro Cultural da SCAR – Sociedade Cultura Artística, o programa da Série Grandes Concertos oferece uma amostra da diversidade cultural presente no maior Festival-Escola da América Latina.

No mesmo local, às 20h, o diretor artístico Alex Klein, apresenta a Série Musicalmente Falando, uma palestra informal que orienta o público com detalhes sobre o Grande Concerto. Estarão presentes músicos de diferentes nacionalidades, com a proposta de difundir as principais características dos países presentes ao Femusc e integrar os participantes e o público.

Como ocorre com toda a programação do Festival, o acesso é gratuito. Nos concertos no Centro Cultural há necessidade de retirada junto à secretaria do Centro Cultural de ingressos com antecedência de 48 horas da data de apresentação. Informações pelos telefones (47) 3373-8652 e (47) 3275-2477 – a programação completa pode ser conferida em www.femusc.com.br.

O Femusc é uma realização conjunta do Instituto Festival de Música, Sociedade Cultura Artística (SCAR), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional, Vale dos Encantos Convention & Visitors Bureau e Fundação Cultural de Jaraguá do Sul. Tem o patrocínio da WEG, Tractebel Energia, Governo do Estado por meio do Funcultural, Ministério da Cultura por meio da Lei de Incentivo a Cultura, Zanotti, Shell e Prefeitura de Jaraguá do Sul. Com apoio do Grupo Lunelli, Zanotti, Colcci, Celesc Distribuição. Duas Rodas, Urbano Agroindustrial e Consulado dos Estados Unidos no Brasil.

Programação 21 de janeiro, segunda-feira

10h – Concertos no Femusckinho / Local: Colégio Jangada / Programa: KONDO, KOJI , Mario Brothers para Quarteto de Fagotes

12h45 – Bon Appetit! SCAR / Local: Restaurante Panorâmico / Programa: HALVORSEN, JOHAN, Passacaglia para Violino e Viola

13h – FEMUSC no Shopping / Local: Jaraguá do Sul Park Shopping /

Programa: da SILVA, JOSÉ URSICINO, Fantasia Brasileira

13h – FEMUSC na Praça / Local: Espaço Cultural Angeloni / Programa: ARNOLD, MALCOLM, Fantasia para Clarinete Solo

14h45 – Novos Compositores / Local: Jangada – Auditório / Programa: VILLA-LOBOS, HEITOR, Quarteto n. 1

18h – Piano Masters / Local: SCAR – sala 201 / Programa: TCHAIKOVSKY, PETER, “As Estações” – Op. 37ª; RACHMANINOFF, SERGE, “Prelúdios”; PROKOFIEV, SERGEI, Visões Fugitivas – Op. 22; PROKOFIEV, SERGEI, Toccata – Op. 11

19h – Momento Springmann / Local: SCAR – Pequeno Teatro / Programa: LACERDA, OSVALDO, Quarteto de Cordas n. 1; AMAYA, EFRAIN, “El Sentir de Maria Lionza”; FRANK, GABRIELA, Lendas: Um Passeio Andino

20h – Musicalmente Falando / Local: SCAR – Grande Teatro / Programa: “A Integração de Culturas”

20h30 – Série Grandes Concertos – Concerto das Nações / Local: SCAR – Grande Teatro / Programa: BRASIL, Mundo do Lua; COLOMBIA, Tolu (Lucho Bermudez); EQUADOR, Divertimento para Cordas (Gerardo Guevara); ESTADOS UNIDOS, Adagio para Cordas (Samuel Barber); MÉXICO, Popurri Mexicano (Canciones Populares); VENEZUELA, Joropo (Alba Quintanilla)

22h – Piano Bar / Programa: Noche de Salsa

 

 

 

 

 

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA:
Sala no Centro Cultural da SCAR – Térreo – junto à Secretaria da SCAR
(47) 9116-4464

17/01/2013

Filarmônica da SCAR e duo de harpas na abertura do Femusc 2013

O Concerto de Gala que inaugura o Femusc – 8º Festival de Música de Santa Catarina no domingo (20), leva ao palco do Centro Cultural de Jaraguá do Sul a Orquestra Filarmônica da SCAR – Sociedade Cultura Artística com o acompanhamento de duo de harpas formado pela professora Rita Costanzi e pelo aluno Gustavo Beaklini.

 

Maestro Norberto Garcia

A abertura do Femusc ocorre às 20h30 e dá início a uma programação que se estenderá até o dia 2 de fevereiro. Ingressos para o concerto de domingo devem ser retirados previamente na secretaria do Centro Cultural (Rua Jorge Cznierwicz, 160 – ao lado do Centro Empresarial). Informações pelos telefones (47) 3373-8652 e (47) 3275-2477.

 

O programa de domingo vai apresentar as obras “O barbeiro de Sevilha” (Giácomo Rossini), “A paixão dos anjos” (Marjan Mozetich) e “Adios nonino” e “Fuga e mistério” (ambas de Astor Piazzolla). A regência será do maestro argentino Norberto Garcia, tendo como solistas a canadense Rita Costanzi – dois dos professores do Femusc – e Gustavo Beaklini, aluno do Programa ProMusc – que integra alunos que já atuam profissionalmente na música.

 

Professora Rita Costanzi

Alex Klein, diretor artístico do Femusc, lembra que a abertura do Festival sempre tem um caráter inovador. Em 2012 o ato inaugural coube a dupla de professores Daniel Guedes (violino) e Mario Ulloa (violão). No ano anterior, a violinista chinesa Sophia Chan, de 11 anos, e em outras edições a Banda Sinfônica e outros grupos fizeram as honras da casa. “Chegou a hora de rever um antigo parceiro, a Orquestra Filarmônica de Jaraguá do Sul, que apresentará um concerto especial que certamente vai agradar o público e homenagear a cidade, que tem sua raiz musical muito identificada com a história da primeira orquestra que deu origem à SCAR”.

 

Depois da abertura, a agenda do Femusc passa a ser intensa, com cerca de 200 eventos realizados nos ambientes do Centro Cultural e em espaços alternativos. O criador do Festival define a programação como dois períodos: um de ‘conhecimento’ e outro de ‘absorção deste conhecimento’. Nesta primeira semana temos a apresentação de tudo o que é novo, de quem está presente, e o começo de um trabalho. Muitos dos concertos serão dedicados a estes princípios, incluindo o “Concerto das Nações” na segunda-feira (21), às 20h30 – este que trará a música, as cores e imagens de uma variedade de países, e a presença de alguns novos professores nos Grandes Concertos, mas também o recital do Arianna String Quartet também na segunda, às 19h, na Série Momento Springmann.

 

A programação completa está disponível em www.femusc.com.br.

 

“Convidamos a população a apreciar este roteiro e ver como o Femusc pode ser importante para as comunidades onde as apresentações ocorrem, tanto como atrativo cultural como por sua importância na formação humana. Tivemos este ano 1.300 inscritos para 500 vagas, com número recorde de jovens de Santa Catarina. São alunos de várias regiões do Brasil e de muitos países, que vêm a Jaraguá do Sul aprender muito mais do que música. Alguns deles certamente se tornarão líderes em suas comunidades”, afirma Alex Klein.

 

O Femusc é uma realização conjunta do Instituto Festival de Música, Sociedade Cultura Artística (SCAR), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional, Vale dos Encantos Convention & Visitors Bureau e Fundação Cultural de Jaraguá do Sul. Tem o patrocínio da WEG, Tractebel Energia, Governo do Estado por meio do Funcultural, Ministério da Cultura por meio da Lei de Incentivo a Cultura, Zanotti, Shell e Prefeitura de Jaraguá do Sul. Com apoio do Grupo Lunelli, Zanotti, Colcci, Celesc Distribuição. Duas Rodas, Urbano Agroindustrial e Consulado dos Estados Unidos no Brasil.

 

 

 

 

FEMUSC – 8º Festival de Música de Santa Catarina
Jaraguá do Sul – SC
Assessoria de Imprensa
(47) 3373-8652 / imprensa@femusc.com.br / www.twitter.com/femusc
Malu Salgueiro (malu@edmlogos.com.br) / Taísa Rodrigues (tairodrigues@gmail.com)
(47) 3433-0666 / (47) 8405-5032
Ronaldo Corrêa (textolivre@gmail.com) / Luis Gustavo Fusinato / (lgfusinato@gmail.com) / Tita Pretti (titapretti@gmail.com)
(47) 3426-8831 / (47) 9964-3233

12/01/2013

Femusc mostra que não há limites para os sonhos

Desde sua primeira edição, em 2006, o Femusc – Festival de Música de Santa Catarina vem possibilitando para jovens de várias regiões do planeta o sonho de avançar em suas carreiras. Todos os anos, muitos estudantes têm obtido a chance de estudar em instituições renomadas por meio de bolsas concedidas por interferência de professores que participam do evento e funcionam como “olheiros” [expressão mais conhecida na linguagem do futebol] interessados em observar talentos nas diversas classes instrumentais que formam o Festival.

 

Abner Silva

“É difícil prometer algo que não está diretamente em nossas mãos, mas fazemos tudo o que estiver ao nosso alcance para que estes alunos tenham oportunidade de crescerem na música. Temos um número expressivo de alunos do Femusc que receberam bolsas no exterior nestes anos em que o evento é realizado. Temos alunos hoje estudando em algumas das melhores escolas e integrando grupos orquestrais em várias regiões”, comenta o diretor artístico Alex Kein.

 

Segundo ele, neste período de oito anos mais de 30 jovens ganharam oportunidades de estudos. Há alunos que vêm ao Femusc com o objetivo específico de serem ouvidos pelos mestres e assim poderem concorrer a bolsas, como foi o caso do violinista peruano Eduardo Rios, jovem de 16 anos que esteve na edição 2012. Embora com a pouca idade, ele já atuava como spalla da Orquestra Jovem do Perú e veio ao Femusc motivado pela oportunidade de avançar nos estudos. Acabou alcançando a primeira vaga concedida a um femuscano na Colburn School of Music, de Los Angeles (EUA), uma das mais importantes instituições de ensino e com nível rigoroso de exigência, atesta o diretor artístico.

 

Eduardo Rios

“Isto fez com que tivéssemos para a edição 2013, como poderia ser previsto, um número maior de jovens peruanos, a exemplo de representantes de outros países e mesmo de estados brasileiros, porque todos vislumbram uma perspectiva de avançarem nos estudos e nas suas carreiras como músicos”. Alex assinala que há uma intenção da direção do Femusc para que diretores de escolas internacionais venham ao Festival para realizar audições e com isso o Femusc amplie as oportunidades aos estudantes. “Há possibilidades de descobrirmos muito mais talentos. No Femusc os estudantes encontram um planejamento que lhes impõe a condição de mostrarem suas qualidades, com uma jornada de 14 horas diárias de estudos e o convívio com professores de elevado espírito humanitário”, completa.

 

Eduardo retribui o carinho que recebeu durante a estada no Femusc. “Foi uma das melhores experiências da minha vida, não apenas por ter feito grandes amizades ou por conhecer a beleza de Jaraguá do Sul, mas também porque me deu chance de melhorar no violino. Fiquei impressionado com a qualidade do festival, o que permitiu que conhecesse professores de prestígio internacional”.

 

Alex lembra que esta não foi a primeira vez que um violinista “top” no Femusc obteve bolsa de estudos. Antes de Eduardo, o argentino Jeremias Velazquez recebeu bolsa para estudar com a professora Miriam Fried no New England Conservatory, em Boston. “Estudar violino no Femusc é mais difícil que passar no vestibular em algumas universidades. São 80 vagas para violino, e mais de 300 inscrições. Para entrar no Programa Avançado do Femusc, os alunos devem enviar gravação e ser muito atentos ao repertório e na demonstração de suas habilidades. Uma vez que entram, recebem a atenção de grandes mestres internacionais, como os professores Leon Spierer, Andres Cardenes,  Simon Bernardini e Charles Stegeman”.

 

Outros alunos também tiveram a chance em outras escolas, como Ingrid Capparelli Gerling e Mariana Lanes Wood, que receberam bolsas em 2006, Carla Regio, Renan Barbosa Rodrigues, Rômulo Sprung, Thiago Formiga, Karol Menezes, Fabíola Amorim, Vladimir Rufino, o violinista blumenauense João Stein e o oboísta jaraguaense Ramon Thiago. A lista é ampliada pelo fagotista Abner Silva, que também esteve no Femusc 2012 e atuou como solista em um dos grandes concertos, apresentando-se na obra “A Sagração da Primavera, e ganhou vaga no Conservatório de Genebra, Suíça. “O Femusc foi uma experiência excepcional e única. O melhor festival de música que participei, é um projeto preocupado em trazer os melhores professores. Conquistar uma vaga no conservatório de Genebra é algo difícil, e devo tudo aos grandes mestres, que me ajudaram muito”, afirma o musicista que fez parte também da NEOJIBA, programa de formação de núcleos de orquestras e corais infanto-juvenis no Estado da Bahia.

 

Idealizador do Femusc e seu diretor artístico, Alex não esconde o entusiasmo cada vez que fala dos jovens que passam pelo evento e alcançam novos vôos em suas carreiras. “É algo que não mensuramos apenas do ponto de vista econômico, mas para que as pessoas entendam o significado de uma bolsa podemos dizer que um aluno desembolsaria mais de 300mil dólares na sua formação desde um Bacharelado até um Doutorado no exterior, como o fazem Ingrid, Fabíola e Vladimir, e com isto tem o seu estudo totalmente sem custos graças ao seu talento e esforço, e as conexões que temos orgulho de colocar à frente deles”. Ele estima que somados os valores das bolsas dos mais de 30 alunos do Femusc chega-se a algo em torno de 3 a 4 milhões de dólares. Aponta ainda um ganho na sua formação humana, pois estes jovens retornam às suas casas com uma educação superior obtida em grandes conservatórios, onde há uma vivência artística muito maior. “O ganho para o país será medido em décadas de atuação destes novos líderes em nossas comunidades”.

 

O Femusc é uma realização conjunta do Instituto Festival de Música, Sociedade Cultura Artística (SCAR), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional, Vale dos Encantos Convention & Visitors Bureau e Fundação Cultural de Jaraguá do Sul. Tem o patrocínio da WEG, Tractebel Energia, Governo do Estado por meio do Funcultural, Ministério da Cultura por meio da Lei de Incentivo a Cultura, Zanotti, Shell e Prefeitura de Jaraguá do Sul. Com apoio do Grupo Lunelli, Zanotti, Colcci, Celesc Distribuição. Duas Rodas, Urbano Agroindustrial e Consulado dos Estados Unidos no Brasil.

 

Informações gerais sobre o evento, a relação de programas de ensino, séries a serem apresentadas e a grade de professores convidados estão disponíveis em www.femusc.com.br e pelos telefones (47) 3373-8652 e (47) 3275-2477.

 

 

 

 

 

 

 

FEMUSC – 8º Festival de Música de Santa Catarina
Jaraguá do Sul – SC
Assessoria de Imprensa
(47) 3373-8652 / imprensa@femusc.com.br / www.twitter.com/femusc
Malu Salgueiro (malu@edmlogos.com.br) / Taísa Rodrigues (tairodrigues@gmail.com)
(47) 3433-0666 / (47) 8405-5032
Ronaldo Corrêa (textolivre@gmail.com) / Luis Gustavo Fusinato / (lgfusinato@gmail.com) / Tita Pretti (titapretti@gmail.com)
(47) 3426-8831 / (47) 9964-3233

Femusc

Femusc