14 a 27 de janeiro de 2018

Notícias

Assinar RSSNotícias do Femusc
14/02/2015

Chance de futuro promissor para Sarah

Não foi apenas emoção e alegria que marcaram o concerto de encerramento do FEMUSC 2015. Na apresentação da Mega Orquestra, uma jovem violinista ganhou destaque e mereceu elogios do diretor artístico Alex Klein e dos demais professores.

Convidada para ser a spalla do concerto, aos 14 anos Sarah Nojosa Barboza se revela com grande potencial de crescimento na música orquestral, explica Alex Klein.

“Sarah havia participado do concerto de abertura, demonstrou no FEMUSC características que buscamos nos alunos, além de uma personalidade marcante que se sobressaiu nas aulas e nos ensaios, por isso a escolhemos como spalla”, avalia o diretor artístico. Ele não tem dúvidas de que mantendo a dedicação aos estudos, o caminho para a violinista paulista é promissor, inclusive com possibilidade de ser agraciada com uma bolsa de estudos.

Davinolia Nojosa Barboza, mãe de Sarah, disse que as referências à participação da jovem no FEMUSC são recebidas com alegria pela família. “Nossa expectativa é que ela continue estudando, se dedicando e conquistando o seu espaço dentro deste universo da música erudita. O reconhecimento dela e o destaque no festival me deixou muito orgulhosa”, assinala.

Sarah estuda violino desde os 8 anos e aos 11 anos fez prova para Escola Municipal de Música de São Paulo, onde permanece até hoje. Sarah conta que a experiência de vir ao FEMUSC foi inesquecível.

“Foram duas semanas intensas de ensaios, aulas e concertos, foi meu primeiro festival e as recordações maravilhosas ficarão guardadas em minha memória para sempre. As pessoas que fizeram parte disso tornaram ainda mais especial esses dias; pessoas que eu nem conhecia, de outros países, mas que em pouco tempo se tornaram amigas, e vão fazer muita falta, jamais vou esquecê-las. As lições que aprendi aqui levarei para minha vida inteira, não apenas lições práticas sobre o instrumento, mas valores como amizade, lealdade, cumplicidade e que a música une nações. Obrigada Femusc, e até breve!!”, escreveu no seu perfil no Facebook.

Sobre a possibilidade de futuramente ser agraciada com uma bolsa, a jovem demonstra confiança, mas sabe que o resultado só vem com dedicação e comprometimento. “Sempre busquei dar o meu melhor nos estudos e fiquei super feliz pelo reconhecimento alcançado no FEMUSC. Meu professor sempre me diz que o talento é a cereja do bolo, e que 90% da vida de um músico é de muito estudo e dedicação; e é nisso que acredito. Pretendo continuar me dedicando ao máximo aos estudos, buscando sempre a musicalidade e virtuosidade da música, procurando crescer como pessoa e estudando, buscando novos desafios, e se Deus quiser ano que vem estarei no Festival novamente com a mesma garra”, sublinha.

Sobre o FEMUSC

O FEMUSC é uma realização conjunta do Instituto Festival de Música, Prefeitura de Jaraguá do Sul, Funcultural, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Governo de Santa Catarina, Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cultura; patrocínio WEG, Tractbel Energia, Raizen; apoio Zanotti, Santinvest, Duas Rodas; apoio institucional Sociedade Cultura Artística (SCAR), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional, Vale dos Encantos Convention & Visitors Bureau, Fundação Cultural, Católica de Santa Catarina, SESC e Fundação Municipal de Esportes.

FEMUSC – 10º Festival de Música de Santa Catarina
ASSESSORIA DE IMPRENSA
Sala no Centro Cultural da SCAR – 3º piso, ao lado do Grande Teatro
(47) 3275-4377 / imprensa@femusc.com.br

1/02/2015

Festa para celebrar os dez anos do FEMUSC

As marcas de cansaço de duas semanas intensas até apareciam, mas já quase totalmente encobertas pela alegria. O FEMUSC – 10º Festival de Música de Santa Catarina terminou como deveria: com uma grande festa para celebrar aquela que foi, sem dúvida, a edição mais especial em uma década de história. Ao som do choro “Tico-Tico no Fubá”, de Zequinha de Abreu, os mais de 300 músicos da Mega Orquestra do FEMUSC agradeceram ao público que fez parte dessa trajetória.

Com regência do diretor artístico Alex Klein, a Mega Orquestra seguiu o costume de anos anteriores: proporcionar um espetáculo mais leve, um grito de “missão cumprida” depois de tantas aulas, ensaios e espetáculos. O clima festivo começou já com a marcha “Slave”, de Tchaikovsky, e o “Mambo” de Leornard Benstein, tema do filme “Amor Sublime Amor”.

Do palco tomado pelas centenas de músicos veio, em seguida, o quarto movimento da “Sinfonia Novo Mundo”, de Antonín Dvorak – para Alex Klein, um tema propício a um evento que realmente abriu um mundo para jovens músicos e mudou uma cidade. Depois, igualmente grandiosa, a “Scaramouche”, de Darius Milhaud, e a reverência à latinidade do FEMUSC com a “Huapango”, de José Pablo Moncayo. O clássico voltou ao programa novamente com Tchaikovsky, e o trecho final de “1812”.

Para celebrar os dez anos do Festival, um dos grandes momentos desta edição foi novamente trazido à cena. “Ave Formosissima” e “O Fortuna”, os dois últimos poemas de “Carmina Burana”, de Carl Orff, emocionaram a plateia pela segunda vez e abriram o caminho para a festa com a brasileiríssima “Tico-Tico no Fubá”. A dança dos instrumentos e os aplausos da plateia encerram a noite e o Festival em grande estilo, como um Carnaval erudito na SCAR.

Destaques lembrados no concerto

Além da apresentação, quem se destacou no FEMUSC 2015 foi lembrado no palco. A aluna destaque foi a violoncelista Tainan Gabriel, enquanto o prêmio de revelação ficou com Quarteto Olivier Toni, pelo grande volume de participação nos concertos sociais. Já entre os professores o destaque foi Cláudio Jaffé, do violoncelo, com o barítino Gino Quilico, do novo programa de Canto Lírico, como revelação.

Sobre o FEMUSC

O FEMUSC é uma realização conjunta do Instituto Festival de Música, Prefeitura de Jaraguá do Sul, Funcultural, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Governo de Santa Catarina, Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cultura; patrocínio WEG, Tractbel Energia, Raizen; apoio Zanotti, Santinvest, Duas Rodas; apoio institucional Sociedade Cultura Artística (SCAR), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional, Vale dos Encantos Convention & Visitors Bureau, Fundação Cultural, Católica de Santa Catarina, SESC e Fundação Municipal de Esportes.

FEMUSC – 10º Festival de Música de Santa Catarina
ASSESSORIA DE IMPRENSA
Sala no Centro Cultural da SCAR – 3º piso, ao lado do Grande Teatro
(47) 3275-4377 / imprensa@femusc.com.br

Equipes da Assessoria de Imprensa

TEXTO LIVRE SERVIÇOS DE IMPRENSA
Ronaldo Corrêa – (47) 9964-3233 / (47) 9268-5055 – textolivre@gmail.com
Bárbara Elice – (47) 8429-6467 – barbara.elice@gmail
Edson Burg – (47) 9985-6959 – edson157@gmail.com
Carolina Giacomini
Talita Lieven

EDM LOGOS COMUNICAÇÃO
Malu Salgueiro – (47) 8405-4888 / (47) 9121-7469 – salgueiro.malu@gmail.com
Fernanda Thiesen – fernanda@edmlogos.com.br

31/01/2015

Alunos ganham bolsas de estudo no FEMUSC

“Chegou a hora. Agora vocês precisam de um bom professor e de um bom ambiente para darem o próximo passo.” Foi dessa forma que o diretor artístico do FEMUSC – 10º Festival de Música de Santa Catarina, Alex Klein, avisou a quatro jovens estudantes que eles foram contemplados com bolsas de estudo no exterior. Os fagotistas Juan Antonio Rodriguez Diaz e Guillermo Yalanda, e os oboístas Cristian González e Ivonne Gallegos ganharam no Festival as chances de suas vidas.

O professor de violino Charles Stegeman veio ao FEMUSC com uma missão. A pedido do diretor da Duquesne University, de Pittsburgh, Pensilvânia, nos Estados Unidos, ele deveria encontrar talentosos instrumentistas de oboé e fagote latino-americanos para ganharem bolsas de estudo de mestrado. Para Stegeman, essa é uma oportunidade que pode transformar a vida dos femuscanos. “Quando eles voltarem aos seus países, vão levar o que aprenderam para casa. Levarão novas técnicas e habilidades e isso os ajudará a conseguir trabalho”, afirma.

Cristian é o mais novo, com 19 anos. Como ainda está na faculdade, o menino de Bogotá, capital da Colômbia, terá de esperar dois anos até ir para Pittsburgh – mesmo assim, já faz planos. “Eu não esperava uma oportunidade assim, desse tamanho. Volto para minha casa sabendo que terei essa chance, vou terminar os estudos e seguir em frente”, comemora o oboísta, que escolheu seu instrumento porque queria saber tocar algo “que pouca gente conhece”, como brinca.

Os desafios também movem Ivonne, de 27 anos. O primeiro contato com o oboé, lembra, foi estranho. “Eu não conhecia e achei muito difícil. Como gosto de superar-me, resolvi continuar”, conta. Moradora de Quito, no Equador, Ivonne diz que constantemente precisa sair da cidade natal para buscar aperfeiçoamento, como fez agora no FEMUSC. “Uma oportunidade apareceu pra mim. Vou me desafiar de novo, é o que eu quero”, completa.

O fagotista Guillermo, 28 anos, também teve de viajar para seguir a carreira na música. Natural de Caldono, pequena cidade no interior da Colômbia, ele mudou da convencional guitarra para o fagote subitamente, ainda na adolescência. “Me apresentaram e eu gostei do som. Foi paixão direto”, recorda. Assim como os amigos, ele nem precisou de tempo para definir a ida para os Estados Unidos. “Se fosse pra viajar amanhã, eu já estaria pronto.”

Juan, também colombiano, mas de Manizales, tem 21 anos e há nove toca fagote. Em 2012, depois de um período longe da música, ele veio ao FEMUSC e retomou a carreira – agora, no mesmo Festival, ganha esse presente. “Até chegar aqui muita coisa aconteceu, muito trabalho. Eu vim para aprender no FEMUSC, não esperava ganhar uma bolsa”, explica.

Estas não são as primeiras bolsas que Charles Stegeman anuncia. De orientação católica, a Duquesne University fornece bolsas de estudos na América do Sul para contribuir com o desenvolvimento dos países. “Equador, Colômbia, Venezuela, Brasil…são áreas com grandes talentos musicais. Por isso é ótimo vir ao FEMUSC”, diz o professor. Há dez anos no corpo docente do festival, ele acredita que já tenha convidado entre 25 e 30 estudantes para cursas mestrado nos Estados Unidos. Cada bolsa custa cerca de U$ 30 mil ao ano.

Sobre o FEMUSC

O evento é uma realização conjunta do Instituto Festival de Música, Prefeitura de Jaraguá do Sul, Funcultural, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Governo de Santa Catarina, Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cultura; patrocínio WEG, Tractbel Energia, Raizen; apoio Zanotti, Santinvest, Duas Rodas; apoio institucional Sociedade Cultura Artística (SCAR), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional, Vale dos Encantos Convention & Visitors Bureau, Fundação Cultural, Católica de Santa Catarina, SESC e Fundação Municipal de Esportes.

FEMUSC – 10º Festival de Música de Santa Catarina
ASSESSORIA DE IMPRENSA
Sala no Centro Cultural da SCAR – 3º piso, ao lado do Grande Teatro
(47) 3275-4377 / imprensa@femusc.com.br

Equipes da Assessoria de Imprensa

TEXTO LIVRE SERVIÇOS DE IMPRENSA
Ronaldo Corrêa – (47) 9964-3233 / (47) 9268-5055 – textolivre@gmail.com
Bárbara Elice – (47) 8429-6467 – barbara.elice@gmail
Edson Burg – (47) 9985-6959 – edson157@gmail.com
Carol Giacomini
Talita Lieven

EDM LOGOS COMUNICAÇÃO
Malu Salgueiro – (47) 8405-4888 / (47) 9121-7469 – salgueiro.malu@gmail.com
Fernanda Thiesen – fernanda@edmlogos.com.br

31/01/2015

Promessa de um FEMUSC ainda maior em 2016

De modo geral, a avaliação, como se repete a cada ano, é positiva. Mas a edição de 2015 do FEMUSC – 10º Festival de Música de Santa Catarina deixa algumas lições – e a principal delas é a deque o evento alcançou um nível de excelência e aceitação do público que o formato atual já não comporta a grandiosidade do Festival. Ou, como diz a metáfora utilizada pelo diretor artístico Alex Klein, “o navio está pesado, precisamos de um barco maior ou redistribuir a carga”.

Do ponto de vista artístico, os grandes espetáculos mostram como a organização do FEMUSC tem funcionado. Como exemplo, Alex cita a “Noite de Ópera”, uma das principais novidades deste ano e que teve a participação de vários núcleos de trabalho. “Foi a junção de várias frentes, desde os instrumentistas e cantores até o pessoal da técnica. Foi um espetáculo que mostrou a dedicação do povo que faz o FEMUSC”, explica.

A ópera, como grande momento do novo programa de Canto Lírico, foi um dos ápices deste Festival. Com isso, Alex espera que em 2016 a “Noite de Ópera” seja substituída por num espetáculo completo. “Há um direcionamento para isso, mas é algo que será pensado durante o ano. A possibilidade é que seja uma ópera bufa, uma comédia”, adianta.

Já do ponto de vista pedagógico, Alex ressalta o alto nível dos alunos. O retorno dos professores, cita, foi surpreendente. “De imediato não consigo pensar em nenhum nome de destaque, justamente porque o nível está muito homogêneo, é difícil alguém brilhar acima dos outros.” Tal resultado, completa, é fruto da credibilidade que o FEMUSC conquistou ao longo da década. “Os alunos encontram aqui o que estão procurando.”

O desafio agora é manter o sucesso. A formação diária de filas na distribuição dos ingressos para os espetáculos, argumenta Alex, é sinal de que o Festival já não consegue mais atender a demanda de público. “Algumas soluções estão sendo planejadas. Talvez fazer duas sessões das apresentações mais procuradas, ou ensaios abertos”, prevê. As agendas de espaços, professores e alunos, sempre abarrotadas de aulas e ensaios, também passará por alterações. “Vamos reavaliar o tempo e o espaço. O ano de 2016 será diferente, mesmo que seja somente nos bastidores.”

O FEMUSC 2016 já tem suas datas definidas. As inscrições para os alunos começam no dia 10 de agosto e se estendem até o dia 10 de setembro, com o Festival marcado para o período de 17 a 30 de janeiro.

Sobre o FEMUSC

O FEMUSC é uma realização conjunta do Instituto Festival de Música, Prefeitura de Jaraguá do Sul, Funcultural, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Governo de Santa Catarina, Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cultura; patrocínio WEG, Tractbel Energia, Raizen; apoio Zanotti, Santinvest, Duas Rodas; apoio institucional Sociedade Cultura Artística (SCAR), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional, Vale dos Encantos Convention & Visitors Bureau, Fundação Cultural, Católica de Santa Catarina, SESC e Fundação Municipal de Esportes.

FEMUSC – 10º Festival de Música de Santa Catarina
ASSESSORIA DE IMPRENSA
Sala no Centro Cultural da SCAR – 3º piso, ao lado do Grande Teatro
(47) 3275-4377 / imprensa@femusc.com.br

Equipes da Assessoria de Imprensa

TEXTO LIVRE SERVIÇOS DE IMPRENSA
Ronaldo Corrêa – (47) 9964-3233 / (47) 9268-5055 – textolivre@gmail.com
Bárbara Elice – (47) 8429-6467 – barbara.elice@gmail
Edson Burg – (47) 9985-6959 – edson157@gmail.com
Carolina Giacomini
Talita Lieven

EDM LOGOS COMUNICAÇÃO
Malu Salgueiro – (47) 8405-4888 / (47) 9121-7469 – salgueiro.malu@gmail.com
Fernanda Thiesen – fernanda@edmlogos.com.br

31/01/2015

Concerto para Famílias e Zoológico Musical se despedem do público

Uma batalha musical intergaláctica animou o público do Grande Teatro neste sábado (31), no episódio II do Concerto para Famílias. A inconfundível fanfarra do 20th Century Fox, composta por Alfred Newman, anunciou o início do espetáculo. Em seguida, o tema principal de Star Wars levou a plateia para uma viajem com a OSNI – Osquestra Sinfônica Não Identificada, em busca do imperador Klex Alein.

Quando surgiram as primeira notas da marcha imperial, de John Williams, adultos e crianças imediatamente se viraram para o fundo do teatro na expectativa da entrada triunfal. Darth Vader, acompanhado de um Stormtrooper, entraram sob aplausos. Na tentativa de render a OSNI, Vader duela com o maestro e Cavaleiro Jedi, Norberto Garcia.

Tão animados quanto as crianças, mães e pais também se divertiram no Aniversário Molto Agitato. “Atrai muito o interesse de quem está assistindo. E, nesse caso, não só pela música, mas pela história: o teatrinho contextualiza a situação”, descreve Paulo Doege. Elisabeth Moretti ainda não conhecia o Concerto para Famílias e trouxe o filho de seis anos pela primeira vez. “Achei muito divertido e ao mesmo tempo bonito também. Foi emocionante”, diz.

Com o apoio de Beethoven e da pianista Mauren Frey, a música tocou o coração de Darth Vader, que subiu ao palco emocionado, pediu perdão pelo mal causado e soltou o prisioneiro Klex Alein. Somente após uma selfie, Vader revelou o motivo do sequestro. “Queria que você estivesse do meu lado porque você é meu filho”, disse ao imperador Alein.

Na última obra do programa, a OSNI interpretou “Die weihe des hauses”, de Beethoven. Crianças tomaram a frente do palco para dançar próximo à orquestra. “Adoramos a ideia. É criativo, divertido. Um espetáculo para toda a família. Meu filho, Henrique, achou o máximo. Foi fantástico”, relata Dayane Menini. Para encerrar, Klex Alein e Norberto Garcia assopraram as velinhas do bolo do aniversário de dez anos do FEMUSC.

A apresentação encerrou a série Concertos para Famílias, que mais uma vez lotou o teatro da SCAR. Antes, outra atração do FEMUSC se despediu do público: o tradicional Zoológico Musical, onde os estudantes do festival apresentam os instrumentos às crianças para que tenham o primeiro contato com a música.

Sobre o FEMUSC

O FEMUSC continua até o sábado, dia 31 com apresentações em Jaraguá do Sul e municípios da região. Informações sobre programação e ingressos: (47) 3373-8652 e (47) 3275-2477 e no site www.femusc.com.br.

O evento é uma realização conjunta do Instituto Festival de Música, Prefeitura de Jaraguá do Sul, Funcultural, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Governo de Santa Catarina, Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cultura; patrocínio WEG, Tractbel Energia, Raizen; apoio Zanotti, Santinvest, Duas Rodas; apoio institucional Sociedade Cultura Artística (SCAR), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional, Vale dos Encantos Convention & Visitors Bureau, Fundação Cultural, Católica de Santa Catarina, SESC e Fundação Municipal de Esportes.

FEMUSC – 10º Festival de Música de Santa Catarina
ASSESSORIA DE IMPRENSA
Sala no Centro Cultural da SCAR – 3º piso, ao lado do Grande Teatro
(47) 3275-4377 / imprensa@femusc.com.br

Equipes da Assessoria de Imprensa

TEXTO LIVRE SERVIÇOS DE IMPRENSA
Ronaldo Corrêa – (47) 9964-3233 / (47) 9268-5055 – textolivre@gmail.com
Bárbara Elice – (47) 8429-6467 – barbara.elice@gmail.com
Edson Burg – (47) 9985-6959 – edson157@gmail.com
Carolina Giacomini
Talita Lieven

EDM LOGOS COMUNICAÇÃO
Malu Salgueiro – (47) 8405-4888 / (47) 9121-7469 – salgueiro.malu@gmail.com
Fernanda Thiesen – fernanda@edmlogos.com.br

31/01/2015

De Jaraguá do Sul para o mundo

As transmissões ao vivo da série Grandes Concertos foram mais um sucesso do FEMUSC – 10º Festival de Música de Santa Catarina. Quem não esteve em Jaraguá do Sul durante o evento, ou não conseguiu os disputados ingressos, pôde acompanhar os espetáculos pela internet, com alta definição de imagem e som, proporcionados pela equipe técnica que monitorou todas as noites o Grande Teatro da SCAR.

Foi o segundo ano em que o Instituto FEMUSC programou as transmissões pela internet, em 2014 em caráter de experiência. Em 2015 o projeto foi ampliado: os 13 concertos já realizados tiveram mais de 6,3 mil visualizações, com média diária de aproximadamente 490 espectadores – ou seja, seria como se a SCAR aumentasse em cerca de 50% sua capacidade de público para receber estes fãs da música erudita. O concerto de sexta-feira (30) foi o recordista: mais de mil pessoas viram a 5ª Sinfonia de Beethoven e “Carmina Burana” pela internet, público superior ao que comporta o teatro.

O tempo médio de visualização foi de 12 minutos, com 731 comentários e 197 likes (curtidas). Além do ao vivo, que somou 1.075 horas de gravação, outras 11,8 mil pessoas assistiram as apresentações nos dias seguintes pelo canal do FEMUSC no You Tube.

A presença de professores e alunos de diversas nacionalidades ajudou a disseminar o FEMUSC pelo mundo. No bate-papo on-line realizado durante a exibição, foi comum o relato de famílias emocionadas em poder acompanhar a apresentação dos filhos ou amigos. Caso de Dalmar Moraes, de Belo Horizonte, que pôde assistir a filha Ana Luzia Pimenta na Orquestra de Harpas, no dia 28. “Assistir on-line é um dos grandes feitos entre os vários que o FEMUSC proporciona àqueles que, por algum motivo, não podem comparecer. Parabéns.”, publicou.

A transmissão atraiu espectadores de 37 países, muitos da América Latina – Brasil, Argentina, Colômbia, Estados e Unidos e México estão entre os que mais prestigiaram. Grandes centros europeus, como França, Espanha, Itália e Grã-Bretanha também foram atraídos, assim como regiões mais distantes do continente, como Bulgária, Polônia, Sérvia, Bélgica e Montenegro. Até países sem representantes no FEMUSC clicaram no ao vivo: Estônia, Egito, Japão, Turquia, Filipinas e Kosovo acompanharam ao menos alguns minutos dos concertos.

Em números

Transmissões geradas (até 30/01): 13

Total de visualizações ao vivo: 6.388

Média de visualizações por concerto: 491

Visualizações pós-Concertos: 11,8 mil

Tempo médio de cada visualização: 12m11s

Tempo total reproduzido: 1.075 horas

Likes (curtidas) no You Tube: 197

Comentários: 731

Países de origem das visualizações: 37
Brasil, Argentina, Bolívia, Paraguai, Chile, Colômbia, Peru, Equador, México, Canadá, Estados Unidos, Polônia, Bélgica, Bulgária, Espanha, Montenegro, Equador, Grã-Bretanha, Itália, Suécia, Japão, Alemanha, Áustria, Holanda, Kosovo, Turquia, Sérvia, Guatemala, Finlândia, Suíça, Irlanda, França, Portugal, Filipinas, Estônia, Egito e Austrália.

Sobre o FEMUSC

O evento é uma realização conjunta do Instituto Festival de Música, Prefeitura de Jaraguá do Sul, Funcultural, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Governo de Santa Catarina, Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cultura; patrocínio WEG, Tractbel Energia, Raizen; apoio Zanotti, Santinvest, Duas Rodas; apoio institucional Sociedade Cultura Artística (SCAR), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional, Vale dos Encantos Convention & Visitors Bureau, Fundação Cultural, Católica de Santa Catarina, SESC e Fundação Municipal de Esportes.

FEMUSC – 10º Festival de Música de Santa Catarina
ASSESSORIA DE IMPRENSA
Sala no Centro Cultural da SCAR – 3º piso, ao lado do Grande Teatro
(47) 3275-4377 / imprensa@femusc.com.br

Equipes da Assessoria de Imprensa

TEXTO LIVRE SERVIÇOS DE IMPRENSA
Ronaldo Corrêa – (47) 9964-3233 / (47) 9268-5055 – textolivre@gmail.com
Bárbara Elice – (47) 8429-6467 – barbara.elice@gmail
Edson Burg – (47) 9985-6959 – edson157@gmail.com
Carol Giacomini
Talita Lieven

EDM LOGOS COMUNICAÇÃO
Malu Salgueiro – (47) 8405-4888 / (47) 9121-7469 – salgueiro.malu@gmail.com
Fernanda Thiesen – fernanda@edmlogos.com.br

31/01/2015

Conjugação de estrelas

A edição de 2015 do FEMUSC – 10º Festival de Música de Santa Catarina proporcionou momentos inesquecíveis, e certamente a penúltima apresentação da série Grandes Concertos está entre eles. Os dois últimos movimentos da 5ª Sinfonia de Beethoven, apresentados pela Orquestra Sem Maestro de Leon Spierer, foram seguidos por “Carmina Burana”, a musicalização feita por Carl Orff de textos dramáticos do século XVIII, apresentada na SCAR pela Orquestra Sinfônica do FEMUSC com toda a grandiosidade de uma das obras mais impactantes do erudito.

O violino do mestre Spierer evocou a apresentação da semana anterior, quando o primeiro movimento da composição de Beethoven abriu o concerto do dia 24. A promessa de completar a criação foi cumprida em grande estilo: acompanhado de mais de 50 instrumentistas, Leon Spierer fez jus ao poder da sinfonia e mais uma vez recebeu da plateia aplausos de pé.

Em seguida, “Carmina Burana”. A Orquestra Sinfônica do FEMUSC, com regência de Catherine Larsen-Maguire, teve o reforço do Coral do FEMUSC, formado por alunos do programa de Canto Lírico e dos outros programas do Festival, moradores de Jaraguá do Sul e São Bento do Sul e as 37 crianças participantes do Femusckinho, naquela que foi a primeira interação dos pequenos com a série Grandes Concertos.

Do palco tomado por mais de 80 músicos, os primeiros versos de “O Fortuna” foram impactantes: o fragmento mais conhecido da obra de Orff, tema replicado na televisão e no cinema, deu início a uma das apresentações mais concorridas deste Festival, muito pela força também popular da criação clássica do compositor alemão.

As sonoridades, extraídas da Idade Média, e as vozes dos cantos gregorianos mostraram a imponência de “Carmina Burana”. A interação entre coro, orquestra e percussão deram vida musical aos poemas selecionados por Orff, num espetáculo inesquecível e único na trajetória de dez anos do FEMUSC.

Sobre o FEMUSC

O FEMUSC é uma realização conjunta do Instituto Festival de Música, Prefeitura de Jaraguá do Sul, Funcultural, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Governo de Santa Catarina, Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cultura; patrocínio WEG, Tractbel Energia, Raizen; apoio Zanotti, Santinvest, Duas Rodas; apoio institucional Sociedade Cultura Artística (SCAR), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional, Vale dos Encantos Convention & Visitors Bureau, Fundação Cultural, Católica de Santa Catarina, SESC e Fundação Municipal de Esportes.

FEMUSC – 10º Festival de Música de Santa Catarina
ASSESSORIA DE IMPRENSA
Sala no Centro Cultural da SCAR – 3º piso, ao lado do Grande Teatro
(47) 3275-4377 / imprensa@femusc.com.br

Equipes da Assessoria de Imprensa

TEXTO LIVRE SERVIÇOS DE IMPRENSA
Ronaldo Corrêa – (47) 9964-3233 / (47) 9268-5055 – textolivre@gmail.com
Bárbara Elice – (47) 8429-6467 – barbara.elice@gmail
Edson Burg – (47) 9985-6959 – edson157@gmail.com
Carolina Giacomini
Talita Lieven

EDM LOGOS COMUNICAÇÃO
Malu Salgueiro – (47) 8405-4888 / (47) 9121-7469 – salgueiro.malu@gmail.com
Fernanda Thiesen – fernanda@edmlogos.com.br

30/01/2015

Série Concertos Sociais se despede do público

A programação dos palcos alternativos do FEMUSC – 10º Festival de Música de Santa Catarina termina neste sábado (31), na Biblioteca Pública Rui Barbosa, de Jaraguá do Sul.

Duas cameratas apresentam, a partir das 10h, uma serenata de Edward Elgar e uma suíte de Gustav Holst. O concerto terá a regência do colombiano Leopoldo Lopez Gonzalez, aluno do curso de regência orquestral.

Além do Concerto Social, também às 10 horas haverá a segunda edição do Zoológico Musical e na sequencia o Concerto para Famílias; às 13h30min Concerto do Femusckinho e Femusc Jovem; às 16h Concerto da Orquestra Mozart e, concluindo oficialmente a programação do FEMUSC, o Concerto de Encerramento às 20h30min com a Mega Orquestra.

Informações sobre programação pelos telefones (47) 3373-8652 e (47) 3275-2477 e no site www.femusc.com.br.

O evento é uma realização conjunta do Instituto Festival de Música, Prefeitura de Jaraguá do Sul, Funcultural, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Governo de Santa Catarina, Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cultura; patrocínio WEG, Tractbel Energia, Raizen; apoio Zanotti, Santinvest, Duas Rodas; apoio institucional Sociedade Cultura Artística (SCAR), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional, Vale dos Encantos Convention & Visitors Bureau, Fundação Cultural, Católica de Santa Catarina, SESC e Fundação Municipal de Esportes.

FEMUSC – 10º Festival de Música de Santa Catarina
ASSESSORIA DE IMPRENSA
Sala no Centro Cultural da SCAR – 3º piso, ao lado do Grande Teatro
(47) 3275-4377 / imprensa@femusc.com.br

Equipes da Assessoria de Imprensa

TEXTO LIVRE SERVIÇOS DE IMPRENSA
Ronaldo Corrêa – (47) 9964-3233 / (47) 9268-5055 – textolivre@gmail.com
Bárbara Elice – (47) 8429-6467 – barbara.elice@gmail.com
Edson Burg – (47) 9985-6959 – edson157@gmail.com
Carolina Giacomini
Talita Lieven

EDM LOGOS COMUNICAÇÃO
Malu Salgueiro – (47) 8405-4888 / (47) 9121-7469 – salgueiro.malu@gmail.com
Fernanda Thiesen – fernanda@edmlogos.com.br

Femusc

Femusc