14 a 27 de janeiro de 2018

Notícias

← Voltar para notíciasNotícia do Femusc
31/01/2016

Femusc diz “tchau”, deixando gostinho de saudade, em espetáculo de talento

Carnaval? Talvez. Apoteose. Pode ser também. Mas, de certeza, nunca é menos que uma festa. O Festival de Música de Santa Catarina prova ano a ano que é possível fazer boa música nos trópicos, com músicos de qualidade nascidos aqui, que em nada devem ao resto do mundo.

A 11ª edição termina como a melhor em qualidade de ensino e musical nas apresentações, atraindo mais de 60 mil pessoas. Em 30 de janeiro, a última noite do festival na Sociedade Cultura Artística de Jaraguá do Sul (SCAR) não consagrou ninguém acima da música, essa arte sedutora e provocativa que às vezes faz chorar, mas nunca deixa de sorrir, enfim. Em 2017, a “festa” volta a Jaraguá do Sul entre 15 e 28 de janeiro.

Mendelssohn e Tchaikovsky com certeza ficariam orgulhosos dos mestres e pupilos que subiram ao palco no encerramento do Femusc de 2016, tanto na Orquestra Sem Maestro quanto na Orquestra Sinfônica. Seja o carisma de Leon Spierer liderando a formação sem maestro no segundo e quarto movimentos da “Sinfonia no.4”, o voluntarismo dos professores que se dispuseram a reforçar a Sinfônica na “Sinfonia no.5” ou a espontaneidade dos músicos ao fim do programa, tudo depõe a favor de posicionar o Femusc como expoente de um movimento da música latino-americana: olhar para si, fazer por si, crescer por si.

Já no fim do espetáculo, o majestoso quarto movimento da sinfonia de Tchaikovsky foi se tornando eletrizante, inclusive para o fagote da maestrina Catherine Larsen-Maguire, que uma semana antes regera a mesma orquestra, mas nessa noite voltou a compor naipe. Era um prenúncio de um fim próximo, e a promessa de um recomeço para 2017. Findo o concerto, aplausos devidos, não havia mais porque resistir: o sangue latino falou alto no pulsar da percussão, e as primeiras notas do “Tico-Tico no Fubá” soaram libertárias. Diziam: “somos o Femusc, somos a América Latina!”.

Instituto Femusc homenageia alunos, professores e profissionais

Ainda antes do concerto, o Instituto Femusc prestou homenagem a alguns dos protagonistas do festival. O presidente do instituto, Hilton José da Veiga Faria, cumprimentou os presentes: “Hoje já podemos chamar nossa cidade de ‘Jaraguá do Femusc’. Esse festival também forma alunos em programas como Femusckinho e no Femusc Jovem, e eles ficam aqui, isso é um grande orgulho”. Com a presença do prefeito de Jaraguá do Sul, Dieter Janssen, a diretoria do instituto e os coordenadores do festival reconheceram o esforço de alunos, professores e profissionais, simbolizado por um grupo que recebeu troféus comemorativos.

Veja a lista de homenageados:

Professores Destaque:
Patrícia Perizollo (Femusckinho – Brasil)
Dietmar Wiedmann (Banda Sinfônica – Alemanha)

Alunas Destaque:
Haline David (Piano – Brasil)
Eve Ariana Matin (Harpa – Peru)

Professor Revelação:
Marcos dos Anjos (Tuba – Brasil)

Aluno Revelação:
João Domingos Santanna (Violão Clássico – Brasil)

O FEMUSC é uma realização conjunta do Instituto Festival de Música, Prefeitura de Jaraguá do Sul, Funcultural, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Governo de Santa Catarina, Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cultura; patrocínio WEG, Tractebel Energia, Raízen; apoio Zanotti, Portonave, Duas Rodas, Eletrobras e Gomes da Costa; apoio institucional Sociedade Cultura Artística (SCAR), Vale dos Encantos Convention & Visitors Bureau, Fundação Cultural e Católica de Santa Catarina.

Informações sobre o Festival estão disponíveis em www.femusc.com.br.

FEMUSC – 11º Festival de Música de Santa Catarina
ASSESSORIA DE IMPRENSA
Centro Cultural SCAR – Sala 113
(47) 3274-8348 / (47) 9121-7469 / imprensa@femusc.com.br
Ronaldo Corrêa – (47) 9964-3233 – textolivre@gmail.com
Bárbara Elice – (47) 8424-6467/ barbara.elice@gmail.com
Jouber Castro – (47) 9622-2661 / jouberhc@gmail.com
Carol Giacomini – (44) 9900-4751 / carolinagps21@gmail.com